Emagrecer rápido, é possível?

Emagrecer rápido, é possível?

No dia a dia tão corrido como vivemos hoje, ganhar tempo parece ser a melhor forma de aproveitamento. Mas será mesmo que isso é válido quando se trata de emagrecimento rápido?

Emagrecer já teve suas causas distorcidas pela sociedade, porém o emagrecimento acelerado tem se tornado uma preocupação maior ultimamente. Na busca pela forma do corpo perfeito muitas pessoas acabam se prejudicando por falta de informações sobre. Primeiramente é preciso deixar claro que emagrecer rápido é uma variável muito grande, pois depende unicamente de cada organismo, tornando cada dieta para emagrecer com efeitos diferenciados de pessoa para pessoa.

 

Emagrecer rápido sem acompanhamento também pode acarretar diversos problemas, o principal é o tal efeito sanfona que nem sempre é encarado como um problema mais sério de saúde do que estético.

O efeito sanfona se torna uma ameaça a partir do momento que emagrecer rápido e engordar novamente acabam sendo consecutivos, pois enfraquece muito o sistema imunológico e pode se agravar mais ainda para problemas como hipertensão, colesterol alto, alterações hormonais, cútis e até mesmo cardiovasculares.

Isso tudo porque quando você inicia uma dieta muito restrita seu corpo perde sais minerais e vitaminas essenciais para produção e renovação de células, que executam manutenção de todo o restante do organismo. Com isso, alguns órgãos acabam sendo mais prejudicados do que outros, onde se torna o agravante da situação.

Um exemplo é a tal mania de “fechar a boca”, pular refeições é um dos principais erros cometidos a quem deseja emagrecer, onde o organismo sofre com a imunidade baixa além de que está comprovado; quando se pula refeições você estimula completamente o resultado contrário. Isso mesmo, ficar horas sem comer acaba por atrasar o metabolismo natural e quando você volta a comer, mais o seu corpo absorve proteínas necessárias para futura reserva de energia e gordura, fazendo com que na verdade acabe engordando mais já que o seu corpo identifica a escassez de nutrientes.

O que não pode ser confundido também, principalmente nesta fase, são os suplementos e remédios que algumas pessoas ainda insistem em tomar sem receita. A maioria deles acaba por eliminar ainda mais proteínas de seu corpo e isso merece um grande alerta.

Em resumo, o correto e mais importante para um emagrecimento saudável é a procura de um especialista na área para auxiliar sua redução de medidas, sem que sua saúde se comprometa. O médico irá avaliar sua condição física, para indicar desde exercícios até suplementos confiáveis e de acordo com sua real necessidade.

A dieta perfeita se completa com o acompanhamento de um nutricionista, essencial para montar seu cardápio, adequando com suas atividades diárias. Esse acompanhamento ajuda também ao controle semanal, evitando que a pessoa acabe cometendo excessos prejudiciais não apenas a nível estético, mas também ao comprometimento com a saúde.

Busque um profissional, hoje em dia há preços acessíveis e confiáveis então não se deixe abater, procure já regular sua alimentação e evitar futuros problemas indesejáveis muito mais sérios que um belo corpo, cuide-se por inteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *